quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

ENCERRAMENTO DA DISCIPLINA DE DIDÁTICA

OI TURMA, LEMBRANDO QUE A NOSSA ÚLTIMA AULA ACONTECERÁ,

No dia: 20/12/2011

Na sala de MultiMídias,
na biblioteca, no segundo andar próxima a sala de estudo.
Horário: 8:30

Assunto: Apresentação dos pôster, auto avaliação e encerramento.

NORMAS DA ABNT

OI Turma, quero compartilhar com vocês o manual de normalização da UECE, são normas da ABNT atualizadas, aproveitem para tirar suas dúvidas quando forem fazer ARTIGOS, TCC, MONOGRAFIAS E OUTROS.

BAIXEM O ARTIGO EM PDF.

http://www.4shared.com/document/q3q-EGJ4/UECE_-_MANUAL_DE_NORMALIZACAO_.html


BEIJOS.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Oi pessoal, como vai?
Visitamos (eu, Marcela e Raquel), pela segunda vez o EMEIF Santa Isabel e desta vez vivenciamos a prática de uma professora do segundo ano do fundamental em uma rotina de aula. Podemos perceber que a estrutura da sala não é adequada o suficiente para a quantidade de alunos e que os métodos utilizados pela professora são característicos da Pedagogia Tradicional. Nota-se um esforço enorme, por parte dela, para transmitir da melhor forma o conteúdo programado.
Em geral, vimos bastante coisas que precisam ser mudadas, mas é vísivel a vontade e o desejo de transformação por parte da equipe pedagógica da escola.

Mônica Menezes Bruno

.

Olá turma, boa tarde!

Abaixo o relatório da segunda visita de nossa equipe (Raquel, Marcela e Mônica) a uma escola municipal de Fortaleza.

A princípio, o que se pôde observar em relação ao estágio na sala de aula foi o pequeno espaço do ambiente para a quantidade de alunos. 21 alunos em uma área de 20 m². A sala possui carteiras proporcionais ao número de alunos e apesar do pequeno espaço o ambiente é bem organizado e arejado, com uma boa ventilação e bem higienizado. A decoração do mesmo foi algo que despertou nossa atenção, pois é confeccionada e elaborada pelos próprios alunos. A professora apenas auxiliou na ornamentação.

A sala visitada foi o 2° ano do ensino fundamental e continha alunos fora e na faixa etária da média de idade para crianças dessa série. Algumas crianças mostraram-se ansiosas para o início da aula, mas com o desenvolver da rotina notou-se que elas se dispersaram e que a professora não soube inseri-las ao contexto pedagógico.

A professora colocou-se, em sua aula Língua Portuguesa, de forma bastante dinâmica e carinhosa com os alunos, mas em alguns momentos demonstrou não possuir domínio de sala, ocasionando a dispersão dos mesmos.

Quanto à metodologia do conteúdo constatamos traços de tradicionalismo, mecanicidade e repetição. O que se confirmou ao percebermos que o que tinha sido ministrado pela professora há dez minutos, com a resolução de uma atividade, parecia não ter sido algo aprendido e sim “decorado”, e para alguns nem aprendido nem decorado.

A nossa segunda visita encerrou-se com uma visão diferente, e certa decepção em relação à primeira, já que percebemos que falta muito a ser feito para que alcancemos uma educação de qualidade no Brasil.

Ana Raquel

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

INSCRIÇÕES PARA MONITORES - PEDAGOGIA

OI TURMA ABRIU INSCRIÇÕES PARA OS MONITORES 2012 VÁRIAS DISCIPLINAS, APROVEITEM.

inscrições do dia 06 A 13/12

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) torna pública a seleção dos monitores para o exercício de 2012 através do Edital 07/2011 – PROGRAD (ver Edital e Resolução nº 766/2010). O Programa de Monitoria Acadêmica (PROMAC-PROGRAD) visa desenvolver responsabilidade, cooperação, ampliação de conhecimentos e autonomia, além de promover a formação integral dos alunos e estímulo à interação entre docentes e discentes. Serão ofertas 250 vagas remuneradas e 215 não remuneradas para atender os diversos cursos dos Campi de Fortaleza (Itaperi e CH) e do interior do Estado (CECITEC, FACEDI, FAEC, FAFIDAM, FECLESC e FECLI).

As inscrições ocorrerão no período de 06 a 13 de dezembro, nas Coordenações dos cursos de graduação. Após as inscrições, as Coordenações esclarecerão acerca das etapas e exames do processo seletivo, que será realizado no período de 15 a 19 de dezembro de 2011.

Para as inscrições, os interessados deverão apresentar os seguintes documentos: Hstórico escolar atualizado adquirido via internet ou emitido pelo Departamento de Ensino e Graduação (DEG); cópia da carteira de Identidade e do CPF; cópia do Curriculum Vitae devidamente comprovado; Termo de Compromisso preenchido e assinado; comprovante de matrícula; ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada e uma foto 3X4.


A PROGRAD espera uma ampla participação dos estudantes e deseja sucesso a todos.

Mais informações: PROMAC-PROGRAD – 3101 9627/9624 e-mail - promac_prograd@uece.br

Links:

Edital Nº07/2011 – PROGRAD

LinkResolução Nº 766/2010 – CONSU
EU MARLEIDE, E MINHA EQUIPE COMPOSTA POR MARIANA MELLO, DALILA E JEFFERSON TIVEMOS DIFICULDADE EM POSTAR, POR ISSO RESOLVEMOS ENVIAR JUNTOS SEGUE O COMENTÁRIO DE CADA UM INDIVIDUALMENTE:

* MARLEIDE RIOS: FOI MUITO IMPORTANTE PARA NOSSA FORMAÇÃO A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO. NA OBSERVAÇÃO DA AULA PODEMOS ACOMPANHAR DE PERTO A ROTINA DE UMA AULA. FICAMOS NA SALA DO 1° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. A AULA FOI COMPOSTA POR ALGUNS MOMENTOS COMO : ACOLHIMENTO, CORREÇÃO DA TAREFA, ESCLARECIMENTOS DE ALGUMAS DUVIDAS, INTERVALO, DISTRIBUIÇÃO DA MERENDA. A PROFESSORA NOS RECEBEU MUITO BEM, NO INTERVALO ELA CONVERSOU UM POUCO COM A NOSSA EQUIPE, ESCLARECENDO DUVIDAS E NOS DANDO DICAS DE COMO SER UM BOM PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO

* JEFFERSON BALLAN: A AULA DA PROFESSORA, INICIOU COM O ACOLHIMENTO AOS ALUNOS, E APOS ESSE MOMENTO, FORAM LOGO PARA A CORREÇAO DA TAREFA QUE A PROFESSORA TINHA PASSADO ANTERIORMENTE PARA CASA. ELA INCITAVA A PARTICIPAÇÃO DE TODOS QUANDO QUESTIONAVA AS PERGUNTAS DA ATIVIDADE, PEDIA EXEMPLOS ETC. DURANTE A CORREÇAO ALGUNS PROBLEMAS COM INDISCIPLINA DOS ALUNOS OCORRERAM, E A PROFESSORA POR ALGUMAS VEZES PERDIA O CONTROLE SOBRE OS ALUNOS E APELAVA PARA OS GRITOS. MAS AO MESMO TEMPO ELA SE MOSTRAVA UMA PROFESSORA INTERESSADA, POIS NOTEI QUE NO DECORRER DAS ATIVIDADES DO DIA, ELA IA DE CADEIRA EM CADEIRA ACOMPANHAR A ATIVIDADE DA CRIANÇA.

* MARIANA MELLO: VISITA A SALA DE AULA DO 1º ANO DA ESCOLA. LOGO NA ENTRADA DA SALA DE AULA PERCEBI QUE ERA UM ESPAÇO AMPLO,COM VENTILAÇÃO,MUITOS CARTAZES INFANTIS. A DISTRIBUIÇÃO DAS CARTEIRAS ESTUDANTIS ERA EM FILEIRAS, E A PROFESSORA MOVIMENTAVA-SE POR TODA A SALA A MAIOR PARTE DO TEMPO. O CONTEÚDO ESTUDANDO EM SALA DE AULA ERA PAUTADO NO QUE O LIVRO ABORDAVA, A PROFESSORA LEU DURANTE TODA A AULA A MATÉRIA COM OS ALUNOS E AQUELES COM MAIS DIFICULDADES ELA AJUDOU A SOLUCIONAR O PROBLEMA. COM BASE NO PERÍODO QUE PASSAMOS NESSA SALA DE AULA , PODEMOS TAMBÉM PERCEBER ALGUNS PROBLEMAS DE APRENDIZAGEM,CRIANÇAS COM DIFICULDADE DE RESOLVER QUESTÕES JÁ BASTANTE EXPLICADA PELA PROFESSORA, OUTRAS ERA O CONTRÁRIO, ASSIMILAVAM O QUE A QUESTÃO PEDIA COM FACILIDADE. COM TUDO FOI BASTANTE PROVEITOSO ESSA VISITA EM SALA DE AULA, POIS, PODEMOS CONVIVER UM POUCO COM A REALIDADE DE LECIONAR.


* DALILA: FICAMOS NA SALA DO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL, EM CADEIRAS SEPARADAS ACOMPANHADO E ANALISANDO TODO O ANDAMENTO DA AULA. A PROFESSORA CORRIGIU AS TAREFAS DA AULA ANTERIOR, PASSOU ALGUNS EXERCICIOS PARA CASA, O LIVRO FOI MUITO UTILIZADO NA AULA. A PROFESSORA NOS RECEBEU MUITO BEM E OS ALUNOS TAMBEM.
* DALILA: FICAMOS NA SALA DO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL, EM CADEIRAS SEPARADAS ACOMPANHADO E ANALISANDO TODO O ANDAMENTO DA AULA. A PROFESSORA CORRIGIU AS TAREFAS DA AULA ANTERIOR, PASSOU ALGUNS EXERCICIOS PARA CASA, O LIVRO FOI MUITO UTILIZADO NA AULA. A PROFESSORA NOS RECEBEU MUITO BEM E OS ALUNOS TAMBEM.
* MARIANA MELLO: VISITA A SALA DE AULA DO 1º ANO DA ESCOLA. LOGO NA ENTRADA DA SALA DE AULA PERCEBI QUE ERA UM ESPAÇO AMPLO,COM VENTILAÇÃO,MUITOS CARTAZES INFANTIS. A DISTRIBUIÇÃO DAS CARTEIRAS ESTUDANTIS ERA EM FILEIRAS, E A PROFESSORA MOVIMENTAVA-SE POR TODA A SALA A MAIOR PARTE DO TEMPO. O CONTEÚDO ESTUDANDO EM SALA DE AULA ERA PAUTADO NO QUE O LIVRO ABORDAVA, A PROFESSORA LEU DURANTE TODA A AULA A MATÉRIA COM OS ALUNOS E AQUELES COM MAIS DIFICULDADES ELA AJUDOU A SOLUCIONAR O PROBLEMA. COM BASE NO PERÍODO QUE PASSAMOS NESSA SALA DE AULA , PODEMOS TAMBÉM PERCEBER ALGUNS PROBLEMAS DE APRENDIZAGEM,CRIANÇAS COM DIFICULDADE DE RESOLVER QUESTÕES JÁ BASTANTE EXPLICADA PELA PROFESSORA, OUTRAS ERA O CONTRÁRIO, ASSIMILAVAM O QUE A QUESTÃO PEDIA COM FACILIDADE. COM TUDO FOI BASTANTE PROVEITOSO ESSA VISITA EM SALA DE AULA, POIS, PODEMOS CONVIVER UM POUCO COM A REALIDADE DE LECIONAR.
JEFFERSON BALLAN: A AULA DA PROFESSORA, INICIOU COM O ACOLHIMENTO AOS ALUNOS, E APOS ESSE MOMENTO, FORAM LOGO PARA A CORREÇAO DA TAREFA QUE A PROFESSORA TINHA PASSADO ANTERIORMENTE PARA CASA. ELA INCITAVA A PARTICIPAÇÃO DE TODOS QUANDO QUESTIONAVA AS PERGUNTAS DA ATIVIDADE, PEDIA EXEMPLOS ETC. DURANTE A CORREÇAO ALGUNS PROBLEMAS COM INDISCIPLINA DOS ALUNOS OCORRERAM, E A PROFESSORA POR ALGUMAS VEZES PERDIA O CONTROLE SOBRE OS ALUNOS E APELAVA PARA OS GRITOS. MAS AO MESMO TEMPO ELA SE MOSTRAVA UMA PROFESSORA INTERESSADA, POIS NOTEI QUE NO DECORRER DAS ATIVIDADES DO DIA, ELA IA DE CADEIRA EM CADEIRA ACOMPANHAR A ATIVIDADE DA CRIANÇA.
MARLEIDE RIOS: FOI MUITO IMPORTANTE PARA NOSSA FORMAÇÃO A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO. NA OBSERVAÇÃO DA AULA PODEMOS ACOMPANHAR DE PERTO A ROTINA DE UMA AULA. FICAMOS NA SALA DO 1° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. A AULA FOI COMPOSTA POR ALGUNS MOMENTOS COMO : ACOLHIMENTO, CORREÇÃO DA TAREFA, ESCLARECIMENTOS DE ALGUMAS DUVIDAS, INTERVALO, DISTRIBUIÇÃO DA MERENDA. A PROFESSORA NOS RECEBEU MUITO BEM, NO INTERVALO ELA CONVERSOU UM POUCO COM A NOSSA EQUIPE, ESCLARECENDO DUVIDAS E NOS DANDO DICAS DE COMO SER UM BOM PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO

Observação realizada em sala - Juliane Gonçalves Queiroz

Oii, bom dia.
Sou Juliane Gonçalves Queiroz, minha equipe é formada por: Juliane, Francisca Brena e Anne Heide

Ao fazer a observação em sala de aula, pude perceber que a professora planeja suas aulas promovendo a aprendizagem de seus alunos, porém em alguns aspectos ela deixou a desejar, como disse minha amiga Brena.
A professora iniciou a aula lembrando junto com seus alunos o conteúdo da aula anterior. Em seguida, ela da continuidade a aula. A professora pedi para que seus alunos façam uma atividade do livro. Ao fazerem a atividade ela vai indo as carteiras verificando se eles estão fazendo corretamente, se tem alguma dúvida, o que de fato é essencial para um bom desenvolvimento dos alunos.
Em alguns momentos da aula percebi que a professora poderia ter instigado mais seus alunos a pensarem, refletirem sobre o assunto estudado, nesse aspecto ela deixou um pouco a desejar.
Ao final da aula a professora pedi para que seus alunos peguem um livro para ler e nessa momento ela os ajuda a escolher o livro de acordo com o grau de dificuldade de cada aluno, o que é importante, pois a professora trabalha em cima da dificuldade de cada um deles.
No geral percebi que a professora fez um bom trabalho, porém em alguns aspectos poderia ter sido melhor, como por exemplo: na sala havia poucos alunos e a professora em alguns momentos desnecessários perdia a paciência facilmente. Mas, no geral como já falei, a professora realizou uma bom trabalho.

Juliane Gonçalves Queiroz

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Forum de Didática

- Caroline Vasconcelos Cabral Gurgel
Hoje bem cedo eu postei sobre a escola que visitei, junto com minha equipe. Para garantir, a tarde eu olhei novamente e já não vi mais o meu post, então eu editei e postei novamente. Agora a noitinha vim verificar se meu post estava tudo certo, o meu e o da minha equipe, que postaram durante a tarde, e não vejo mais nenhum dos nossos três. Como tenho salvo no meu computador os três post da minha equipe, eu vou aqui nessa publicação colocar os de nós três (Caroline Cabral, Jamily Holanda e Janaina Ramos)

- Caroline Cabral Gurgel (equipe com: Jamily Holanda e Janaina Ramos)

Visitamos uma escola particular, nossa experiência foi até engraçada, era o penúltimo dia de aula, então as crianças estavam batendo foto para a festinha, foi também a tarde que teve a visita do Papai Noel, além de uma avaliação de Matemática, isso mesmo: avaliação de matemática para a sala do Infantil 4.

No dia em que fomos a auxiliar tinha faltado e como eu sou conhecida no colégio não contive e me sentir disposta a ajudá-la, enquanto as meninas estavam fazendo anotações eu tive a oportunidade de vivenciar, recorte e coloquei uns dadinhos para uma atividade que os alunos iam fazer em casa, além de ter feito a agenda deles, ajudei a professora com a avaliação ao lado de alunos que não estavam conseguindo fazer direitinho e no fim da aula sentei com eles numa rodinha para cantar enquanto a professora finalizava uma avaliação com dois alunos que apresentaram mais dificuldade.

Essa foi minha experiência, as meninas vão falar sobre como foi a aula.

- Janaina Ramos (equipe com: Caroline Cabral Gurgel e Jamily Holanda)

Chegamos na hora que a aula começou, sentamos cada uma em uma mesinha, separadas, a Carol foi ajudar a professora e nós ficamos fazendo as anotações necessárias para o relatório.

Percebemos que a professora estava muito agitada, logo no começo ele tratava seus alunos muito bem, eram ao todo 17 alunos naquela salinha, mas ao evoluir do tempo a professora foi ficando nervosa. Ela nos contou que a coordenação a manda passar uma avaliação, mas ela sabe que não dá para fazer nem para avaliar uma criança de 4 anos (em média) com uma avaliação.

Percebemos que os alunos também são bem agitados, mas eles fazem tudo bem direitinho, a professora nos contou que ela os acostumou desde o começo a serem independentes, por exemplo, quando ela pede que peguem o livro, eles não reclamam se levantam e pegam seus livros, que após a merenda eles pegam suas escovas de dente e vão ao banheiro escovar, sem precisar da professora ao lado constantemente.

- Jamily Holanda (equipe com: Caroline Cabral Gurgel e Janaina Ramos)

A experiência foi super gratificante, escutamos muito das professoras que ali saberíamos se estamos fazendo o curso certo, se é isso que realmente queremos. E vemos o quanto estão desmotivadas as professoras de hoje em dia, e isso reflete muito no trabalho que elas iram fazer dentro da sala de aula.

A aula foi sobre os tamanhos (maior, médio, menor), a professora fez uma atividade no livro com eles, sobre quantidade e tamanho, alguns alunos tiveram mais dificuldade, mas a professora não se negou a ajudá-los, era sempre se dirigia ao aluno e tirava sua dúvida, ajuda a escolher a opção certa.

A avaliação era de 10 questões, a professora explicava uma vez para todos e seguia para a mesinha dos que ela sabia que tinha mais dificuldade, questões de circular a pipa mais alta, pintar a maior arvore de Natal, questões simples. E ao ser questionada sobre como avaliar essas crianças, ela respondeu que seu relatório estava pronto, que esse prova só estava sendo feito por uma exigência da coordenação, mas que uma avaliação final é feita durante todo o ano levando em conta o desenvolvimento de cada criança.

Visita a escola

Equipe: Aline Kecia e Ana Claudia Vital.
Visitamos uma escola no Bairro papicu, e uma escola particular, as salas bem coloridas, mesa e cadeira coloridas,professora e auxiliar uniformizadas,espaço bem arejado,Ficamos em uma sala de infantil IV, a sala estavam cheias de gravura, letras, paneis que eles mesmo tinham feitos,as crianças estavam um pouco agitadas por era a ultima semana de aula.
A professora tinha total domínio da sala, as crianças gostavam muito dela e da auxiliar também. A professora comenta: "Esse ano foi muito bom, a minhas crianças aprenderam bastante".
Juntamente com minha equipe visitei uma escola pública que esta no centro de Fortaleza ,sua estrutura física é amplo e agradável para os alunos,a sala de aula é ampla, no qual os alunos se sentem acomodados ,nesta visite puder ver a realidade das escolas que com certeza contribuíram para o meu crescimento profissional .
A professora tem o domínio da sala de aula , o seu modo de ensino é lúdico que no qual favorece a aprendizagem do aluno ,valorizando o modo de cada um aprender ,sua aula não sendo tão tradicional ela explora a criticidade dos alunos fazendo com que eles participem das aulas.

Katiely vieira Gusmão

Observação na sala de aula.

Minha Equipe é composta por Gisele, Barbara e Katiely.
Visitamos a Escola Publica EMEIF Frei Lauro.
Na sala de aula da Educação infantil 4, observamos que é bem organizada. As carteiras são bem coloridas, tem suporte para colocar os materiais e são adequadas para a Educação Infantil. A decoração da sala é colorida, há muita ilustração, cantinho da leitura, que tem vários livros infantis e jogos. A sala é iluminada, possui dois ventiladores, a lousa é branca, possui dois sextos de lixos e um cantinho do aniversariante do mês, no qual sempre tem festinha para o aniversariante.
A professora Primeiramente contou a história dos três porquinhos com dramatização, os alunos eram os próprios personagens. Depois do teatrinho, a professora fez perguntas sobre a história e eles respondiam. Após isso, a professora deu uma folha em branco para que eles desenhassem o que chamou mais atenção na historinha contada.
Percebi que a professora trabalha de forma lúdica e faz com que os alunos se interessem pela aula, pois as crianças participam bastante.

Gisele Arruda
por: Francisca Brena de Lima Façanha

Olá!!!
Eu, juntemnte com minha equipe, que é constituída por Juliane Queiroz e Anne Heide, Fomos visitar uma escola particular situada no bairro benfica em Fortaleza, a escola denomina-se UNIC. Através dos relatos coletados de funcionários e ex- alunos, podemos constatar que a escola já foi bem prospera, no entanto a realidade atualemnete é outra. a instituição possui um número bem reduzido de alunos, por exemplo na sala na qual observamos havia apenas quatro alunos, porém nesse dia estavam presentes apenas três. Mesmo com esse problema, podemos verificar que a escola possui uma boa infra-estrutura, com bastantes salas e espaços amplos. No entanto, uma escola de qualidade não se dá apenas com infra-estrutura adequada e sim com profissionais qualificados juntamente com parceria família-escola. Alguns funcionários desse colégio não eram graduados, outros porém, com uma formação ineficiente. Com relação à aula ministrada, posso afirmar que a professora, realmente, tem como objeto o aprendizado dos alunos, fazendo com que eles raciocinem, não dando-les respostas prontas e acabadas, prefazendo-se, portanto, uma professora diáletica, porém sua performasse como profissional da educação dweixou a desejar, pois, apesar do número pequeno de alunos em sua sala, ela tinha uma postura um pouco grosseira, pude constatar que oseu discurso, muitas vezes, não coincidia como à sua prática educativa. No geral, foi uma experiência profícua, pude perceber que não é apenas a escola pública que está defasada, e que o caminho para se obter uma educaçaõ de qualidade em nosso país é longo e árduo,porém muito recompensador.! Em:06/12/11
Oi turma, minha equipe (Ivanna, Rayssa e Rayane) visitamos uma escola pública no Jardim Jatobá.

Ao chegramos a escola, observamos uma aula de ensino fundamental onde a professora estava dando aula de matemática. Fiquei muito "decepcionada" ao ver que a professora ensinava seus alunos de uma maneira totalmente tradicional em que os alunos tinham que copiar o texto e as questões do livro para o caderno.
Essa visita foi importante pois levou-no a refletir sobre que tipo de educação as crianças estão tendo nas escolas e como está o sendo o seu processo de aprendizagem...
Fica a reflexão!

Ivanna Kelly dos Santos Cidrão

FÓRUM DA VISITA


Márcia
Andrade Lima
Visita
a uma escola pública no bairro Curió

Visitei uma escola pública que
atende a uma comunidade carente do bairro Curió.
Na aula, a professora deu o
conteúdo, fazendo ligação com o que eles já haviam visto, fez correção de
exercícios, acompanhando a dificuldade de cada um. Ela ministrava a aula de uma
forma que a participação dos alunos era espontânea, mas, quando acontecia de um
aluno não querer participar, ela o estimulava através de perguntas, além disso,
ela estava sempre disposta a responder as indagações feitas pelos alunos.
A aula foi bastante dinâmica,
houve músicas, exercícios, perguntas e respostas e até algumas brincadeiras
para descontrair. É importante destacar que a relação da professora com seus
alunos era muito harmoniosa e, quando ela precisava exercer sua autoridade, os
alunos à obedeciam e respeitavam.
Após o intervalo, a professora
colocou uma música bem tranquila para relaxar, para, posteriormente, prosseguir
com o conteúdo sem muitas atribulações.
Na sala que permaneci
observando, havia um aluno com necessidades especiais, ele não acompanhava as
atividades como seus colegas, por isso, a professora, como uma provedora de
democracia, realizou uma atividade diferenciada para esse aluno, porém com o
mesmo assunto das dos outros, na qual utilizava as habilidades daquele aluno
mais desenvolvidas.
Na escola, toda sexta-feira é
dia de teatro, no qual os próprios alunos da escola, com auxilio da
coordenação, das professoras e da equipe da biblioteca, organizam e interpretam
os papéis. Isso proporciona aos alunos o acesso à cultura que muitos, em seu
ambiente familiar, são privados. E foi o que ocorreu no restinho da tarde.

FÓRUM DE DIDÁTICA( OBSERVAÇÃO REALIZADA EM SALA DE AULA)

Bom Dia! Turma
A escola a qual escolhi para fazer o trabalho sobre a observação realizada em sala foi no colégio público, mas mesmo assim pude observar que a estrutura é adequada aos alunos, pois a sala de aula é arejada,ampla,boa iluminação, também há carteiras coloridas, estante com brinquedos e inúmeras ilustrações que estavam fixadas nas paredes da sala.
Enquanto a prática de ensino a professora realiza de modo bem dinâmico,pois a aula inicia com uma colhida e que todas as crianças ficam em circulo a qual desenvolvi várias atividades orientadas pela a educadora uma delas foi que todos juntos cantavam diversas músicas infantis e do próprio convívio de cada um. Logo após as tarefas concluídas as crianças saem em fila e vão para o lanche e em seguida tem o momento de brincarem.
Bom essa foi a minha análise,pois aprendi a importância de desenvolver novos métodos que possam facilitar a aprendizagem dos alunos. Francisca das Chagas Brasil Araujo

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

QUESTÃO DO FÓRUM DE DIDÁTICA

OI TURMA, INICIO O FÓRUM DA SEGUNDA VISITA, (observação realizada em sala), COM A SEGUINTE REFLEXÃO.


Sabemos que uma práxis educativa baseada na reflexão e criticidade do professor é fundamental para que ocorra uma aprendizagem significativa. A partir disso percebemos a importância do processo do planejamento contemplando seus elementos (diagnóstico, objetivos, conteúdos, metodologia e avaliação), sendo essencial para uma prática educativa dialógica, promovendo a aprendizagem dos educandos, baseado na ação-reflexão-ação (SHÖN. 2000).


Com base nos textos estudados e na realização da aula da professora, o que vocês observaram, será que ela planeja e contempla esses elementos, promovendo a aprendizagem dos educandos? Dê exemplos da ação praticada pela professora?



IMPORTANTE! passos -1- para postar sua mensagem nesta mesma página é só clicar em editar postagem, clicar em editar postagem questão do fórum de didática, e abaixo da questão postar sua observação e no final clicar em publicar postagem, que ficará salvo automaticamente. 2 - Caso tenha dificuldade clique em nova postagem e escreva a sua, depois aperte em publicar postagem. 3 - Ou envie para o meu email.

LEMBRANDO! A postagem da observação da visita é obrigatório e individual, não esqueça vale como frequência.

- Caroline Cabral Gurgel (equipe com: Jamily Holanda e Janaina Ramos)

Visitamos uma escola particular, nossa experiência foi até engraçada, era o penúltimo dia de aula, então as crianças estavam batendo foto para a festinha, foi também a tarde que teve a visita do Papai Noel, além de uma avaliação de Matemática, isso mesmo: avaliação de matemática para a sala do Infantil 4.

No dia em que fomos a auxiliar tinha faltado e como eu sou conhecida no colégio não contive e me sentir disposta a ajudá-la, enquanto as meninas estavam fazendo anotações eu tive a oportunidade de vivenciar, recorte e coloquei uns dadinhos para uma atividade que os alunos iam fazer em casa, além de ter feito a agenda deles, ajudei a professora com a avaliação ao lado de alunos que não estavam conseguindo fazer direitinho e no fim da aula sentei com eles numa rodinha para cantar enquanto a professora finalizava uma avaliação com dois alunos que apresentaram mais dificuldade.

Essa foi minha experiência, as meninas vão falar sobre como foi a aula.


Eu, Diego Sena, analisei a troca de experiências entre as crianças do infantil V. No dia 22/11, que era o dia da música, a professora da sala aproveitou pra trabalhar algumas músicas que faziam parte do convívio das crianças. A minha tarde foi muito interessante, pois a professora aplicava muitas atividades de colagem, desenhos e até com brinquedos educativos. Através desta observação, percebi que todas atividades partiam de planejamento e que este, por sua vez, tinha como foco o pleno desenvolvimento das crianças. Foi uma experiência muito colaborativa para minha formação e espero que através desta vivência, possamos nos estimular, fazendo a diferença nas práticas de ensino atuais. Alguns aspectos físicos interessantes da sala de aula: espelho, calendário, mural de aniversariantes, atividades dos alunos fixadas na parede, brinquedos, mesas e carteiras coloridas e adequadas ao tamanho das crianças e etc. E só um pequeno detalhe: isso tudo em uma escola pública, o que mostra que temos como trabalhar, só depende da nossa vontade de mudar a realidade que nos cerca.


Gilvan Diego Sena Paiva - 4º semestre - Didática Geral - 06/12


- Janaina Ramos (equipe com: Caroline Cabral Gurgel e Jamily Holanda)


Chegamos na hora que a aula começou, sentamos cada uma em uma mesinha, separadas, a Carol foi ajudar a professora e nós ficamos fazendo as anotações necessárias para o relatório.


Percebemos que a professora estava muito agitada, logo no começo ele tratava seus alunos muito bem, eram ao todo 17 alunos naquela salinha, mas ao evoluir do tempo a professora foi ficando nervosa. Ela nos contou que a coordenação a manda passar uma avaliação, mas ela sabe que não dá para fazer nem para avaliar uma criança de 4 anos (em média) com uma avaliação.


Percebemos que os alunos também são bem agitados, mas eles fazem tudo bem direitinho, a professora nos contou que ela os acostumou desde o começo a serem independentes, por exemplo, quando ela pede que peguem o livro, eles não reclamam se levantam e pegam seus livros, que após a merenda eles pegam suas escovas de dente e vão ao banheiro escovar, sem precisar da professora ao lado constantemente.


*Marcela Alexandre

(Equipe:Marcela,Raquel e Mônica)

COMO JÁ DITO NO FORUM ANTERIOR VISITAMOS A EMEIF SANTA ISABEL ASSISTIMOS A AULA NUMA SALA PEQUENA COM EM MEDIA 20 ALUNOS OU MAIS, MESMO ASSIM A PROFESSORA CONSEGUIA PRENDER A ATENCAO DOS ALUNOS, AS VEZES ELES FIVAM MAIS AGITADOS MAIS A PROFESSORA CONSEGUIA TER O CONTROLE..PRIMEIRO A PROFESSORA FEZ UMA ATIVIDADE ENSINANDO OS ALUNOS A FAZER UMA PETECA, NESSA HORA TODAS AS CRIANÇAS QUERIAM PARTICIPAR, MAS DEPOIS FICOU UMA BAGUNÇA PQ TODOS QUERIAM FICAR JOGANDO PETECA NA SALA DE AULA..DEPOIS NESSA ATIVIDADE FOI O INTERVALO...LOGO EM SEGUIDA AULA DE MATEMATICA .A PROFESSORA FEZ EM MEDIA DUAS DINAMICAS DE ACORDO COM O TEMA DA EXOLICAÇAO E OS ALUNOS SEMPRE FICAVAM EMPOLGADOS!PERCEBEMOS QUE A PROFESSORA TINHA DIFICULDADE EM REALIZAR DINAMICA DEVIDO O TAMNHO DA SALA QUE RA MUITO PEQUENA...E ELA NAO DISPUNHA DE NENHUM AUXILIAR..NO GERAL A EXPERIENCIA FOI MARAVILHOSA E BASTANTE ENRIQUECEDORA!


Karla Mariana

Olá, bom dia!

A escola que visitamos é particular e observamos uma turma de 1º ano. Achamos que ocorreu uma aula para uma contribuição significativa de aprendizagem, a professora estava em aula de revisão para a prova e esta foi feita de forma alternativa para resolver as questões do TD apresentado.

Francisca Larissa

Analisando o trabalho executado, percebemos que este serviu como forma de contribuição para as nossa experiência acadêmica e em sala de aula. Podemos perceber que os nossos objetivos propostos foram alcançados com sucesso, posto que, conseguimos aprender com a prática observacional.


sábado, 3 de dezembro de 2011

NOTAS - NPC - de DIDÁTICA


OI TURMA,


É SÓ PARA INFORMAR QUAIS SERÃO AS NOTAS DA DISCIPLINA DE DIDÁTICA

1ª NOTA - Resenha dos Textos
2ª NOTA - Atividades de participação em sala
3ª NOTA - Mini-aula (Plano de aula e de ensino)
4ª NOTA - Relatório de visita da escola
5ª NOTA - Sessão de pôster


a MÉDIA - Soma-se as notas e divide-se por cinco

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

DIDÁTICA TEXTOS 14 E 15

OI TURMA, ESTOU ENVIANDO OS TEXTOS 14 E 15 QUE DEVEM SER LIDOS PARA A PRÓXIMA AULA.

Próxima aula dia 29/11/11 Horário 8:00 horas no auditório da PROGRAD.

não se esquecer de ler os textos.

TEXTO 14

http://www.4shared.com/get/0-WV71zq/TEXTO_14_BUSCANDO_REFERNCIAS_P.html


TEXTO 15
http://www.4shared.com/document/IwPaGdUP/TEXTO_15_TRABALHANDO_COM_PROJE.html

BEIJOS.

lembrando da visita na escola que vocês deveriam se organizar e visitar a escola durante a Semana Universitária em algum turno livre que vocês tivessem, a critério de vocês.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

ORIENTAÇÕES PARA A VISITA E PARA O TRABALHO

OI

OI TURMA, AQUI ESTÁ AS ORIENTAÇÕES PARA A VISITA E PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO.


Qualquer dúvida me avise.


ORIENTAÇÕES PARA O ESTÁGIO EM DIDÁTICA


ONDE FAZER O ESTÁGIO

1) No 1º ciclo do Ensino Fundamental ou em Educação Infantil de escolas públicas (preferencialmente) ou particulares;
2) Em outras situações escolares onde professores exerçam ações de ensino.
OBJETIVOS

· Apreender a diversidade da escola e a complexidade da atuação docente;

· Construir novas representações sobre esse local de trabalho e sobre a aula.

ABORDAGENS

· Caracterização da escola (condições materiais/humanas; organização; funcionamento);

· Caracterização do professor (quem é; o que pensa; como trabalha);

· Caracterização da aula (o que acontece no tempo/espaço em que ela se desenvolve).

ORIENTAÇÕES

· Com a professora ou a Monitora pegar a carta de apresentação.

· Planejar as idas à escola

· Procurar conversar com os professores e alunos

· Observar no mínimo 04 aulas e fazer os registros em um caderno de diário de campo

· Elaborar relatório sobre a visita, as observações sobre a escola e as aulas, contendo:

Introdução (apresentação do relatório); Caracterização da escola, do(s) professor(s) que recebeu o estagiário/a, das aulas; Análise/problematização da vivência propiciada pelo estágio, articulando-a com a bibliografia estudada e os debates ocorridos no curso;Considerações/ Preparação do PÔSTER

ALGUNS ASPECTOS QUE FAVORECEM AS OBSERVAÇÕES SOBRE A AULA

a) Como o/a professor/a entra na sala? Como ele/a se dirige aos alunos? Como obtém silêncio? Como começa a aula?b) Como o conteúdo é apresentado? Articula com o conhecimento anterior? Estimula a participação dos alunos? Propõe situações capazes de instigar o interesse/curiosidade dos alunos?c) Como desenvolve a aula? Quais estratégias de aprendizagem são usadas? Como o/a professor/a trabalha com elas? Quais dificuldades são percebidas em seu trabalho?d) Quais inovações estão presentes na aula?Como o/a professor/a trabalha com elas? Quais dificuldades são percebidas em seu trabalho?e) Como o/a professor/a lida com a indisciplina? o que gerou a manifestação presenciada por você? Foi a relação pedagógica? Foram alunos-problema? O que o/a professor/a fez?f) Como o/a professor/a finaliza a aula? Faz uma síntese? Propõe algo para a próxima aula?

ALGUNS PONTOS QUE PODEM FAVORECER A APROXIMAÇÃO COM PROFESSOR/A

Formação (qual, onde); tempo de trabalho; Quais funções já ocupou; Há quanto tempo está nesta escola; O que acha da escola; O que sente com o trabalho que realiza; Como trabalha; quais inovações incorporou à sua prática; O que acha das inovações; Quais dificuldades tem para trabalhar com elas; como inicia/desenvolve/Avalia a aula; todo aluno é capaz de aprender ou não; o que pensa dos alunos....

ALGUNS ASPECTOS QUE FAVORECEM A CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA

Dados gerais (clientela, bairro etc); tamanho (nº de alunos/profs./ funções de classes, de turnos); instalações; recursos didáticos e de apoio (laboratórios, tv, vídeo, computadores, projetores etc); quais são os grandes problemas da escola; como ela está se organizando para enfrentá-los; aprovação/reprovação/evasão; como é feita a recuperação; como é a relação com a comunidade e com as famílias; como é a grade curricular; quais projetos existem na escola; são projetos coletivos ou individuais; como funciona o HTPC; quais inovações estão sendo implantadas na escola e o que a escola teve de fazer para implantá-las


ORIENTAÇÕES PARA O TRABALHO DE ESTÁGIO

1.Cada grupo deverá escolher um aspecto das situações de ensino (relação professor-aluno, currículo, projeto pedagógico, planejamento de disciplinas e de aulas, organização dos conteúdos, recursos didáticos, avaliação, disciplina/indisciplina etc.) para realizar observação de ______ horas na escola. Tais observações serão descritas e analisadas num Relatório Individual a ser entregue para avaliação, totalizando ­­­_____ horas de estágio.
Os estudantes comporão grupos de até 3 participantes, que se reunirão por temática escolhida. Após a realização do estágio cada Grupo elaborará uma síntese, que serão conjuntamente registradas em um PÔSTER a ser apresentado à classe para discussão.

2. Relatório de Estágio: Data a combinar

Formato do Relatório O texto deverá ter entre 4 e 8 páginas, em Word, Times New Roman, tamanho 12, espaçamento entre linhas de 1,5cm, contendo: 1) folha de rosto com a identificação do trabalho e do autor/a (nome, curso de origem e turma); 2) introdução; 3) descrição da escola e das aulas observadas; 4) desenvolvimento da análise com o apoio da bibliografia estudada no curso de Didática e com acréscimo de outras que cada estudante considerar adequada; 4) conclusão.


3.SESSÃO DE PÔSTER - Data a combinar

Formato do Pôster: deverá ter 1,20m de altura X 80cm de largura e conter: a) título; b) identificação dos autores, das escolas onde os estágios foram realizados e da temática comum; c) aspectos positivos e negativos comuns; d) particularidades significativas; e) possibilidades que se abrem a partir do que foi observado; f) outros aspectos relevantes.


DATAS IMPORTANTES - DIDÁTICA - VISITA


OI TURMA, NA AULA DE HOJE DISCUTIMOS ALGUMAS DATAS DAS NOSSAS ATIVIDADES E FOI DECIDIDO QUE:

CRONOGRAMA DE DIDÁTICA ATUALIZADO

21 A 25/11 - Durante a SEMANA UNIVERSITÁRIA, foi proposto que fizessem a visita nas escolas, antecipando a data do dia 06/12, por conta das férias escolares. Sugeriu-se que a dupla ou trio combinasse um turno livre, e visitasse a mesma escola, só que desta vez escolheria uma sala de aula, da educação infantil ao 5 ano e observasse a prática da professora. As orientações está naquela folha, está no blog.

29/11 - Aula normal no auditório da PROGRAD. Tema Ensino com Pesquisa. Orientações para o trabalho final.

06/12 - Não tem aula na sala, o tempo está livre para vocês acessarem o blog e postarem suas observações individualmente e fazerem o relatório final do estágio da visita.

13/12 - Orientações para a produção dos pôsteres. DATA FINAL PARA A ENTREGA DAS RESENHAS.
OBS. A ESCOLHA DO TEMA PARA O TRABALHO DO PÔSTER É LIVRE, VOCÊS PODEM FAZER SOBRE A VISITA NAS ESCOLAS, COMO TAMBÉM OUTRO TEMA TRABALHADO DURANTE A DISCIPLINA QUE SEJA DE SEU INTERESSE.

20/12 - SESSÃO DO PÔSTER/ ENCERRAMENTO DA DISCIPLINA






AVISO! QUEM FALTOU A AULA DO DIA 17/11 DEVE FAZER A SEGUINTE ATIVIDADE


OI TURMA, AQUI É A AGENDA DA AULA DE HOJE, QUINTA-FEIRA.

OBS. Quem faltou a aula deve ler o texto 13 e responder as 5 perguntas propostas e entregar na próxima aula, para justificar a presença e a participação.

A PRÓXIMA AULA SERÁ DIA 29/11 - NO AUDITÓRIO DA PROGRAD. INÍCIO 08:00 hs. LER OS TEXTOS 14 E 15 PARA ESSE ENCONTRO.
Houve algumas mudanças, por isso haverá aula normal dia 29/11 e a visita na escola será só no dia 6/12.

AGENDA: 17/11/11

Tema: Identidade Profissional /SABERES DOCENTES

Estudo problematizador da temática a partir do Texto 13- Os saberes implicados na Formação Docente/ Dermeval Saviani.

QUEM FALTOU RESPONDER E ENTREGAR.

GT 1 – Elabore uma síntese conceitual dos saberes apresentados pelo autor.

GT 2 - Do ponto de vista do autor, como se configuram os saberes docentes?.

GT 3 - Que determinantes impulsionam o professor a buscar e vivenciar os saberes docentes?

GT 4 - Em que resultaria sua não preocupação com os saberes docentes em sua formação?

GT 5 – Explicite a relação que o autor faz entre : EDUCAÇÃO E SABERES DOCENTES.

INTERVALO

Socialização com apoio em POWER POINT

Encaminhamentos – Texto 14 - Buscando referências para a discussão sobre a formação do professor-pesquisador- Adriana Dickel e Texto 15 - Trabalhando com Projetos - Celso Antunes. Obs. esses textos devem ser lidos para o próximo encontro, sem falta, para enriquecer o nosso debate.

Já está na xerox.